Conectado por
Rondônia, quarta, 21 de fevereiro de 2024.

Geral

UNIR se retrata por ofensas de docente à professora

Compartilhe:

Publicado por

em

A Universidade Federal de Rondônia (UNIR), prezando pelo mais absoluto respeito a todas as pessoas, e pela necessidade de ser espaço permanente para a convivência segura em que as diferenças são reconhecidas e acolhidas, manifesta publicamente, por meio de seu dirigente máximo, o professor Juliano Cedaro, Vice-Reitor no Exercício da Reitoria, suas desculpas à professora Sinara Gumieri Vieira diante de fatos ocorridos em outubro de 2016 e fevereiro de 2023.

Tais fatos se referem a manifestações proferidas pelo docente Samuel Milet, do Departamento de Ciências Jurídicas no Campus de Porto Velho, pelas quais a UNIR, em acordo com as pessoas ofendidas pelo servidor da UNIR e com o Ministério Público Federal (MPF), comprometeu-se apresentar medidas, já implementadas ou em fase de implementação, de acolhimento e encaminhamento de pessoas que passem por situações de violência, assédio ou importunação na instituição.

O acordo firmado em audiências realizadas em abril e agosto de 2023 previa que a UNIR deveria promover: 1) texto de retratação em relação ao fato objeto da ação, a ser publicado no portal e nas redes sociais da Universidade e nos canais de mídia local; 2) uma minuta de cartilha com protocolo de acolhimento e encaminhamento de pessoas que passem por situações de violência, assédio ou importunação; 3) cronograma com os eventos relacionados à temática previstos nos programas regulares da Universidade e com a possibilidade de aulas inaugurais sobre o tema.

Para isso a UNIR tem agora instalados o Comitê de Gênero, Sexualidade, Raça, Etnia e Questões Geracionais, e a Comissão de Promoção de Saúde Mental, além do Comitê Permanente de Prevenção e Combate aos Assédios Moral, Sexual, Institucional e de todas as formas de discriminação, este último responsável pela elaboração de Cartilha e Protocolo de acolhimento e encaminhamento de pessoas que passem por situações de violência, assédio e importunação, que em breve será instituída na Universidade.

Outra das medidas é a realização atividades que promovam o ambiente de acolhimento e respeito às diferenças, tal como a Aula Inaugural do Semestre 2023.1, ministrada pela Secretária Nacional de Promoção da Igualdade Racial, Iêda Leal (Acolhimento UNIR 2023.1); Aula Inaugural do Semestre 2023.2, ministrada pela professora doutora Lauri Miranda, com o tema minibiografia e microautobiografia: perspectivas para salvaguardar memórias de LGBTQIA+ e de mulheridades na história de Rondônia (Acolhimento UNIR 2023.2)a realização de cursos e eventos relacionados à promoção de um ambiente de trabalho saudável, como a 2ª Semana de Direitos Humanos da UNIR; cursos sobre Assédio Moral nas instituições Públicas (Palestra em no Campus de Cacoal), Violência contra MulheresClima Organizacional e Comunicação Não-Violenta; o lançamento de edital pela Editora da UNIR para a publicação de livros com a temática Diferenças e Identidades na Amazônia – atualmente em fase de análise de propostas; e a aprovação pela UNIR de reserva de vagas para indígenas, camponesas, quilombolas e pessoas trans em todos os seus cursos de graduação.

Além das ações listadas, a UNIR convidou a professora Sinara Gumieri Vieira a realizar a Aula Inaugural do semestre 2023.2, em novembro de 2023, ocasião em que a Universidade apresentaria o pedido formal de desculpas pelo ataque sofrido pela docente em outubro de 2016. No entanto, em função de agenda assumida pela professora Sinara fora do país, ela não pôde  atender ao convite, e por esta razão o Vice-Reitor da UNIR, atualmente no exercício da Reitoria, professor Juliano Cedaro, gravou vídeo apresentando a retratação formal, conforme foi acordado com MPF.

Ações realizadas em 2023 e planejadas para 2024 pela UNIR

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *