Conectado por
Rondônia, quarta, 21 de fevereiro de 2024.

Geral

Pesquisadores e comunicadores são homenageados com premiação em sua 3ª edição, na Capital

Compartilhe:

Publicado por

em

A premiação agraciou pesquisadores e comunicadores que prestam relevantes serviços à ciência no Estado

 

A cerimônia de entrega do Prêmio Fapero de Ciência, Tecnologia e Inovação edição 2023 homenageou o professor doutor Abnael Machado de Lima in memoriam. A premiação ocorreu no auditório da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE/RO), em Porto Velho, na quarta-feira (29). Promovida pelo Governo do Estado com realização da Fundação de Amparo ao Desenvolvimento das Ações Científicas, Tecnológicas e à Pesquisa (Fapero), a premiação agraciou pesquisadores e comunicadores que prestam relevantes serviços à ciência, no estado de Rondônia. A Fapero escolheu o pesquisador Abnael Machado de Lima como forma de homenagear os relevantes serviços prestados à história de Rondônia.

HOMENAGEADO

Abnael Machado recebeu o título Doutor Honoris Causa da Universidade Federal de Rondônia, em 2019

Nascido em 21 de agosto de 1932, no Amazonas, Abnael Machado foi aluno da primeira turma do Instituto Estadual de Educação Carmela Dutra, em Porto Velho (1947-1950), onde mais tarde também foi diretor. Atuou como professor universitário na Universidade Federal do Pará (UFPA) e Universidade Federal de Rondônia (Unir); participou como assessor da construção da 1ª e 2ª Constituição do Estado de Rondônia; atuou como presidente do Conselho Estadual de Educação, entre outras funções. Tornou-se um personagem importante para a cultura e educação do Estado, sendo autor de vários livros na área da Educação,  História e Geografia de Rondônia; além de ser um dos fundadores da Academia de Letras de Rondônia.

PREMIAÇÃO

A premiação foi destinada aos pesquisadores classificados em primeira e segunda colocações de cada categoria. Os outros colocados receberam certificados. Foram premiados os seguintes pesquisadores e comunicadores:

1º lugar profissional comunicação: mestre José Gadelha da Silva Junior; 1º lugar pesquisador destaque: doutor Andreimar Soares – Fundação Oswaldo Cruz de Rondônia (Fiocruz/RO); 1º lugar pesquisador inovador: doutor Leonardo Calderon (Fiocruz/RO);

2º lugar pesquisador destaque: doutora Carolina Rodrigues da Costa Doria (Unir); 2º lugar pesquisador inovador: doutor Marco Polo Moreno (Unir);

3º lugar pesquisador destaque: doutor Leno Francisco Danner (Unir); 3º lugar pesquisador inovador: doutor Marco Polo Moreno de Souza (Unir);

4º lugar pesquisador destaque: doutora Nara Luísa Reis de Andrade (Unir); 4º lugar pesquisador inovador: doutora Debora Francielly de Oliveira.

O prêmio em dinheiro para o 1º colocado foi de R$ 8 mil;  2º colocado R$ 3,5 mil e R$ 1,5 mil ao 3º colocado.

Os recursos para o custeio da premiação são oriundos do Governo de Rondônia. A premiação visa motivar e incentivar os pesquisadores, ressaltando a importância das pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação realizadas no Estado, cujos resultados produziram conhecimento e beneficiaram, direta ou indiretamente, o desenvolvimento e o bem-estar da população rondoniense; e aos profissionais da comunicação que, por meio do jornalismo científico, contribuíram para a aproximação entre a ciência, tecnologia, inovação e  sociedade.

O professor e pesquisador Andreimar Martins Soares (Fiocruz) foi agraciado como pesquisador destaque

Criado na gestão do governador Marcos Rocha, o Prêmio Fapero procura incentivar, e valorizar o pesquisador científico no Estado, que tanto produz e tão pouco é conhecido pela sociedade de forma geral. O presidente da Fapero, Paulo Renato Haddad salientou que, “hoje temos alguns bons profissionais no segmento, professores, doutores conseguem desenvolver ganhos que a sociedade quase não percebe, mas que estão aí no dia a dia de todos”, comentou.

Esteve na cerimônia de entrega, a  deputada estadual Ieda Chaves, proponente da homenagem, que outorgou com menção honrosa e de louvor os pesquisadores rondonienses, pela primeira vez.

Participaram da solenidade, o presidente da Fapero, Paulo Renato Hadadd; o professor doutor José Juliano Cedaro, reitor em exercício da Unir; doutora Deusilene Vieira, pesquisadora em Saúde Pública e representante da Fiocruz/RO; professor Olakson Pinto Pedrosa, representando o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro); o diretor superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/RO) Clébio Billiany de Mattos.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *