Conectado por
Rondônia, quarta, 28 de fevereiro de 2024.

Geral

Setor empresarial do DF entrega documento pedindo abertura do comércio; governo analisa proposta

Compartilhe:

Publicado por

em

Diversas entidades do setor empresarial apresentaram, nesta quinta-feira, uma proposta para reabertura do comércio ao Governo do Distrito Federal. As entidades sugerem a volta do comércio varejista, incluindo shoppings.

A sugestão é que a abertura seja feita em horários específicos, para que o número de clientes e profissionais não coincida com o pico de movimento no transporte público. O presidente da Fecomércio, Francisco Maia, explica como o documento foi elaborado.

A proposta ainda prevê higienização dos espaços, controle e limite de clientes nas lojas, mantendo a distância de 1,5 metro entre cada um, e equipamentos de proteção para funcionários.

A reabertura de bares e restaurantes também está prevista, mas com capacidade reduzida, limitação de acesso e uso de máscaras para atendentes.

Para segmentos de estética, a proposta é de atendimento agendado para evitar aglomerações, além de limitação de números de profissionais e limpeza frequente dos estabelecimentos.

A proposta contempla ainda os vendedores ambulantes, e sugere instalar barreiras que evitem o contato direto do consumidor com os produtos, reforço nos procedimentos de higiene e embalagem de produtos vendidos de forma fracionada.

O governador Ibaneis Rocha declarou que a reabertura do comércio será gradativa e responsável, a partir de 4 de maio. Ibaneis acredita que 80% dos estabelecimentos podem retomar as atividades atendendo às recomendações dos técnicos de saúde.

Em coletiva nesta quinta-feira, o secretário de saúde do DF, Francisco Araújo Filho, afirmou que a medida será feita com segurança ao cidadão.

O Governo do Distrito Federal garante ainda que as sugestões serão avaliadas com as equipes de vigilância sanitária e saúde. Os dados da testagem em massa, que começaram na terça-feira, também serão usados para essa avaliação.

Fonte: Ag. Brasil